Pesquisa mostra que 70% rejeitam governo de Temer

Sete em cada 10 brasileiros rejeitam o governo do presidente interino Michel Temer (PMDB), segundo levantamento do instituto Ipsos, divulgado pelo colunista José Roberto de Toledo, do jornal Estado de São Paulo. Segundo a pesquisa, os brasileiros avaliam que a gestão do peemedebista é quase uma extensão da administração da presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

Desde que Dilma foi afastada, a taxa dos brasileiros que não sabem opinar sobre o governo pulou de 2% para 22%. Cresceu também a proporção daqueles que julgam a gestão do País como regular (foi de 21% para 29%). Já as avaliações positivas e negativas se moveram para baixo. A taxa de ótimo e bom oscilou de 9% para 6%, enquanto a de ruim e péssimo despencou de 69% para 43%.

Essa é a primeira pesquisa sobre a gestão de Temer e mostra que o interino terá de fazer algo muito positivo para se diferenciar da antecessora. Há outras respostas que mostram o quão difícil é a missão de Temer para se tornar popular. O tema em que a atuação do interino é mais criticada é justamente aquele que o peemedebista se propôs a reformar: a Previdência Social. A taxa dos que reprovam o que ele fez até agora nesse assunto é praticamente o dobro dos que aprovam: 44% a 23%. O terço restante não soube responder.

A desaprovação de Temer é igualmente alta – no patamar dos 40% – no que diz respeito ao Minha Casa, Minha Vida (43%), ao combate ao desemprego (44%), ao Bolsa Família (43%), ao déficit público (41%), à crise política (42%), à inflação (40%) e à corrupção (40%).

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × três =