Ainda é possível “recuperar” os presos da Delegacia de Paulo Afonso?

Até sexta-feira (10/12), acreditava que “pau que nasce torto, morre torto”. Levei esse provérbio como lema de vida por muitos anos.

Contudo, ao chegar para registrar uma ocorrência na Delegacia me deparei com uma cena atípica: presos estavam nas grades orando, clamando a Deus, pedindo ajuda e conforto no coração.

Olhei de mais perto e vi membros da Igreja Assembleia de Deus e de outras igrejas evangélicas orando e pedindo intervenção divina naquelas almas.

Confesso que fiquei chocado. Não por causa da pregação. Mas porque percebi que há pessoas que ainda acreditam na recuperação do ser humano.

Refleti, pensei, cocei a cabeça… E cheguei à conclusão do que muita gente já sabe, o sistema carcerário brasileiro é apenas uma “faculdade” que o bandido faz ao ser preso. Lá não recupera ninguém!

Não sou evangélico, mas por ser crente em Deus, acredito que se alguém pode mudar a vida de um assassino, ladrão ou estuprador com certeza essa pessoa é Jesus Cristo, como fez com o ladrão na cruz.

Conversei com o grupo após a pregação e eles me disseram que muitos presos, depois que saiam da carceragem da Delegacia, iam para suas igrejas e realmente mudavam de vida.

Se todo esse esforço dos irmãos evangélicos salvar uma alma ao mesmo tempo em que realizam um serviço social, dou meus parabéns ao grupo formado por Cleide, Luiza, Balbina, Kátia, irmão Antônio, que toda sexta-feira, a partir das 16h00min, vai à Delegacia, vê Jesus no próximo e cumpre um dos preceitos da Bíblia: “Estive preso e me visitaste.” (Mateus 25, 35-45)

Mais fotos, clique no álbum!

Get the flash player here: http://www.adobe.com/flashplayer

Vídeo da Evangelização:

Da Redação ChicoSabeTudo – Francisco Alves –

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + seis =

Veja também