Reprodução/Instagram Jéssica Senra e Ayres Rocha

Nada de William Bonner e Renata Vasconcellos no Jornal Nacional (JN) deste sábado (7). Para continuar as celebrações dos 50 anos do maior jornal do país, a bancada terá dois convidados especiais: Jéssica Senra e Ayres Rocha, que respectivamente representam a Bahia e o Acre, como apresentadores. Mas antes, nesta sexta-feira (6), eles serão apresentados ao público por Bonner e Renata. Os âncoras oficiais do telejornal irão bater um papo com os jornalistas convidados direto na bancada do JN, no Rio de Janeiro.

Na quarta-feira (4), os jornalistas convidados foram conhecer a casa do programa e, de quebra, tiveram o primeiro encontro os âncoras oficiais do JN. Até sexta-feira, Jéssica e Ayres estão gravando vários programas-piloto para, enfim, assumir a bancada no sábado. Eles são a segunda dupla do rodízio especial que comemora os 50 anos do Jornal Nacional e, neste sábado (7) apresentam o telejornal. A ação, que começou no dia 31 de agosto e vai até 30 novembro, levará para a bancada, aos sábados, 27 apresentadores de afiliadas dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal.

"O ‘piloto’ serve para que o apresentador novo se familiarize com a equipe, com o cenário, com as movimentações de câmeras. São programas como se fossem ao vivo, mas gravados, pra gente ter entrosamento. Diante da importância do Jornal Nacional, a gente precisa estar bem seguro do que está fazendo. De resto, estaremos ali conhecendo um pouco mais sobre o Jornal Nacional, colaborando de alguma forma. Se tiver alguma reportagem, alguma coisa que precise ser gravada, editada, eu sou dessas que gosta de botar a mão na massa. Se precisarem de ajuda ali, estou à disposição", contou a baiana Jéssica Senra em entrevista ao CORREIO, no início da semana. 

“É a primeira vez que vou aparecer em rede nacional. Só por conhecer os profissionais envolvidos no JN e o local onde tudo acontece, já me considero um vencedor do Oscar na minha vida profissional. Apresentar o jornal de maior audiência do Brasil é um sonho para qualquer apresentador”, comemora Ayres. “O Jornal Nacional sempre teve essa proposta de mostrar o Brasil para o Brasil. Sinto uma felicidade pessoal por essa conquista profissional. É uma honra representar meu estado na bancada do jornal mais importante do país”, comemora Jéssica.

"Eu particularmente cresci assistindo ao Jornal Nacional. Sempre assisti, mesmo quando estive em outras emissoras. Então, pra mim, estar naquela bancada tem um valor muito especial, é como fazer parte dessa história tão rica. Levar o sotaque baiano, representar minha Bahia, está sendo um orgulho imenso e indescritível".

A jornalista, que é âncora do Bahia Meio Dia, da TV Bahia, mostrou estar ansiosa e nervosa para a aparição de sexta-feira. "Me dá mais nervoso, inclusive, pensar na apresentação de sexta-feira do que a apresentação do jornal, no sábado (risos). Mas é isso, é parte do processo, acho muito gentil da parte deles, tanto para nós que estamos chegando, tanto para o público também, que vai nos receber na casa deles". afirma.