‘Eu não traí meu marido’, diz mulher que foi flagrada com sem-teto

Sandra falou sobre a repercussão do caso -Créditos: Redes sociais

Nesta quinta-feira (28) durante uma entrevista ao SBT Brasília, Sandra Mara Fernandes, a mulher que foi flagrada pelo marido dentro de um carro com um homem em situação de rua em Planaltina (DF), disse que, durante um surto, acreditou que o sem-teto fosse o seu companheiro.

A mulher revelou ainda que está em tratamento para controlar um transtorno afetivo bipolar e que vem lidando com o que considerou uma “humilhação pública” desde que o caso ganhou repercussão nacional.

Eu nem acreditei que taxaram meu marido como corno nessa situação. Não entenderam o lado dele e também não entendem por que ele me defendeu tanto. Me senti humilhada pela sociedade. Eu não aceito o que falaram sobre mim. Não é assim. Eu não sou essa mulher. Eu não traí o meu marido, eu não escolhi passar por um surto, disse.

Disseram que seria mais fácil ele me abandonar. Que mundo é esse em que abandonar uma esposa comprovadamente doente é mais fácil? Por que não aceitam que estou doente? Por que atacaram tanto ele? O Eduardo não tem que me aceitar, ele tem que me apoiar porque em sã consciência eu jamais teria feito o que eu fiz”, continuou.

Sandra disse ainda que acionou a Justiça para que Givaldo Alves parasse de falar dela. “Era muita difamação. Essa pode ser a verdade dele, mas eu não aceito que ele acabe com a minha moral. Não vou aceitar mais que abram a boca para me atacar. Eu não sou essa personagem que criaram. Não vou mais me calar“, concluiu.

 

Tags: #semteto, #declaracao, #repercussao

Comentários