Connect with us

Cenário Político

“Paulo Afonso tem R$ 14 milhões em dívidas em farmácias e fornecedores”, denuncia Marconi

Avatar De Chicosabetudo

Publicado

em

Paulo Afonso Tem R$ 14 Milhões Em Dívidas Em Farmácias E Fornecedores

Durante sessão na Câmara de Vereadores de Paulo Afonso, nesta segunda-feira, 21, o vereador Marconi Daniel (PV), denunciou um problema antigo que continua afetando a vida de vários moradores: a má administração pública municipal. Um dos serviços mais afetados é a área da saúde. Quem procura remédio gratuito sofre com a falta dele. Após ouvir a queixa de vários pacientes, o vereador Marconi foi a tribuna e denunciou esse caso. 

“A situação que nos deparamos hoje em Paulo Afonso é crítica e vergonhosa. São 14 milhões em dívidas nas farmácias e fornecedores. É por isso não temos remédios nas farmácias, na UPA o paciente comprou seringa — aconteceu sexta — agora quero que algum vereador venha esclarecer o porquê da falta de seringa”, afirmou.

As queixas sobre a saúde pública de Paulo Afonso não param. “Porque o hospital do BTN está abandonado? Os responsáveis por essa péssima gestão devem ser punidos. Estão brincando de gerir o município e quem paga o pato é o povo que precisa do atendimento, o povo continua sofrendo”, disse.

Ainda na tribuna, Marconi falou da dificuldade enfrentada por pacientes que precisam de uma unidade móvel de urgência quando são transferidos para hospitais de estados vizinhos. “Nesta semana um jovem que precisou ser transferido para Juazeiro sofreu ao ter esse pedido negado de uma unidade móvel aqui em Paulo Afonso. O motivo, só porque ele não era cidadão pauloafonsino. Ele é de Delmiro, mas está morando aqui em Paulo Afonso para se tratar de um câncer. A justificativa que deram era que tinham que seguir um protocolo. O engraçado é que esse mesmo protocolo, em tempos de eleição ele não existe, muito pelo contrário, eles liberam é tudo.

Em tempo de eleição liberam tudo. O fato é que atendimento só é liberado para quem eles querem”, denunciou.

Viaturas sem combustíveis

O parlamentar destacou ainda a falta de combustíveis de viaturas da GTRAN. “Fui pessoalmente constatar essa situação e me deparei com várias viaturas da GTRAN paradas. Isso é um absurdo. Em pleno Século XXI estarmos presenciando uma situação vexatória dessa. Está claro que a gestão está sem rumo. Pelo visto não sabem fazer cálculo. A cada dia que passa somos surpreendidos com um problema cada vez pior que outro. O povo está cansado porque no final das contas que é penalizado é quem precisa do serviço”, destacou Marconi.

Educação

Marconi também destacou que: “A Educação sofreu um golpe de mais de 720 mil reais com essa nova remoção que foi colocado para contratação de pessoas temporárias no mês de dezembro, isso é uma vergonha!”. O vereador denunciou ainda que: “A merenda está de péssima qualidade, é preciso uma alimentação de qualidade aos nossos jovens estudantes que são o futuro do país. Estudante tem que ser tratado com dignidade.”

O vereador finalizou que levará para votação na casa Legislativa a situação dos diretores de escolas municipais. Marconi defende o processo democrático nas eleições. “A educação vem levando golpe consecutivamente. Isso tem que mudar. Lutaremos para que a eleição para diretor de escolas ela continue sendo de forma democrática e não a prefeitura continuar indicando os deles. Aqui não terá espaço para voto de cabresto”, finaliza.

ANÚNCIO

Mais Lidas