Policia Civil conclui investigação da gloriense Magnailma, assista

Após o trágico acidente de carro, que resultou na morte de Magnaílma Pereira (Mag), no dia 30 de junho na BA-210, a equipe de TV Chicosabetudo esteve acompanhando o caso e foi constatado através de informações da polícia, que o autor do crime é Fábio Oliveira do Nascimento.

Segundo informações da polícia civil de Paulo Afonso, foram realizados vários trabalhos de investigação sobre o caso até chegar na conclusão do inquérito. A população de Glória e Paulo Afonso estavam à espera para saber quem estava conduzindo o veículo que causou o acidente, se seria o delegado Guilherme ou o rapaz Fábio. 

Em busca de maiores informações, entrevistamos as delegadas Juliana, responsável pelo registro de ocorrência no dia do acidente; Antônia Jane, titular da 18ª Corpin e Mirella, responsável pelo caso em Paulo Afonso.

De acordo com Juliana que estava de plantão no dia do acidente, a informação inicial, que foi confirmada posteriormente, através de apuração da polícia, era de que o autor do acidente teria sido o Fábio. "Como garantidoras da justiça e como garantidoras primeiras da legalidade, nos dirigimos ao hospital, ao local do crime e coletamos todas a provas necessárias e chegamos à conclusão de que quem conduzia o veículo no momento desse acidente fatídico, foi Fábio", disse ela.

Já Antônia Jane afirmou que vários procedimentos foram realizados para viabilizar a resposta sobre as divergências de quem seria o autor do crime. Segundo ela, 8 equipes foram a campo para localizar testemunhas e para identificar onde os dois rapazes estavam antes do incidente. Ao constatar que eles foram até o supermercado Assaí antes da tragédia, a polícia solicitou as gravações das câmaras de segurança do local, onde foi possivel confirmar que ao entrar no mercado, o carro foi conduzido pelo delegado Guilherme, mas na saída, quem conduzia o veículo era o Fábio. 

A delegada Mirella informou que o delegado Guilherme Malta foi indiciado por conduzir o veículo sob efeito de substância alcoólica na ida até o supermercado, de onde o Fábio Oliveira retornou conduzindo o mesmo carro e causando o acidente. Então, Fábio foi indiciado pelo crime de homicídio doloso e lesão corporal das vítimas. Ela finalizou ressaltando que a polícia trabalhou da forma mais responsável possível, independente de quem seria o culpado. "Nós mostramos que trabalhamos com responsabilidade, com transparência e compromisso. Independente de quem estiver sendo investigado, naquele momento era um cidadão e não o delegado.", frizou a delegada.

Confira o vídeo com a entrevista completa:

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 8 =

Veja também