Após ser acusado de homofobia, Maurício Souza diz que vai processar Felipe Andreoli, Casagrande e TV Globo 

Depois de ser criticado e acusado de homofobia, Maurício Souza disse que vai acionar a Justiça contra o apresentador Felipe Andreoli, o comentarista esportivo Walter Casagrande e a emissora TV Globo por calúnia, injúria, difamação e danos morais.

De acordo com o advogado de defesa, Maurício, a acusação de homofobia “não pode ser banalizada”.

“O dano causado à imagem do Maurício já é irreversível. No caso do Maurício, o que ele fez foi um reflexo. Não existe discurso de ódio, que diminui a orientação sexual, nada disso. O que houve foi uma reação. De gente que o acusam de crime de homofobia”, disse.

Todas as pessoas que seguiram o tom de Casagrande e Andreoli, possivelmente vão ser interpostas ações também. No crime de calúnia, injúria e difamação, inverte-se o ônus da prova. Então, eles têm que provar que ele é homofóbico. Todos que cravaram, com essa palavra, que ele foi homofóbico, vão responder judicialmente.”, conclui o advogado Newton Dias.

O jogador de vôlei Maurício Souza foi acusado de homofobia e perdeu seu contrato com o time Minas Tênis Clube, após fazer publicações nas redes sociais criticando a DC Comics, que anunciou nos quadrinhos o novo Superman bissexual. 

Comentários