Após críticas a Maurício Souza, Andreoli tem posts homofóbicos expostos e responde: ‘Orgulho de ter aprendido’ 

O apresentador Felipe Andreoli virou um dos assuntos mais comentados do Twitter na noite da última sexta-feira (29). O jornalista, que criticou a posição de Maurício Souza, jogador de vôlei desligado do Minas Tênis Clube após fazer publicações consideradas homofóbicas, sofreu uma exposição na internet e teve antigas declarações preconceituosas divulgadas.

Após Andreoli criticar Maurício durante uma exibição de uma reportagem no programa Globo Esporte, internautas decidiram expor publicações do apresentador nas redes sociais. Entre os posts, está um ‘Top 10 – ‘viadagens’ em partidas de futebol e um tuíte sobre o Dia Internacional da Mulher de 2009.

Veja:

Após a repercussão das publicações antigas, Andreoli usou o seu perfil no Twitter para responder os ataques. O apresentador relatou que concorda que cometeu erros ‘absurdos’, mas disse ter ‘orgulho de ter aprendido, estudado a ponto de poder lutar e combater no lado certo’. 

“Sim, o print é eterno. Coisas que foram ao ar, coisa que escrevi e falei estão documentadas. Absurdos. O que era considerado piada, hoje sabemos que mata. E por isso é crime. O mundo mudou, longe de ser suficiente. Mas tenho orgulho de ter aprendido, estudado a ponto de poder lutar e combater no lado certo. O Andreoli de 2021 é muito diferente do de 2010”, disse. 

Confira:

Eu quero aprender, o tempo todo. Cada vez mais. Eu tô aqui pra mudar e pra mostrar que faz parte da construção do ser humano. Os prints do passado, o meu vídeo de ontem e os registros do Andreoli de amanhã guardarei pra mostrar pros meus filhos, sobre o meu caminho humano, sobre o processo histórico que vivemos. E seguirei atento para ser um agente ativo no caminho de uma sociedade de liberdade e respeito“, concluiu Andreoli.

Comentários