Connect with us

Cenário Político

Moraes manda Polícia Federal apurar suposta filiação de Lula ao partido de Bolsonaro

TSE ordena investigação da filiação de Lula ao PL após indícios de fraude.

Avatar De Redação Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Moraes Manda Polícia Federal Apurar Suposta Filiação De Lula Ao Partido De Bolsonaro
Imagem: Reprodução/Poder360

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob a liderança do ministro Alexandre de Moraes, emitiu uma ordem para que a Polícia Federal (PF) conduza uma investigação acerca de uma alegada filiação fraudulenta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Partido Liberal (PL). Lula, conhecido por sua longa associação e fundação do Partido dos Trabalhadores (PT), foi reportadamente inscrito no PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Este inquérito do TSE decorre de indagações levantadas pelo jornal O Globo referentes à filiação de Lula ao PL. Alexandre de Moraes mencionou que Lula é notoriamente vinculado ao PT, e ao instruir a investigação, indicou possíveis indícios de crime, sugerindo a inserção de dados falsos no sistema eleitoral. Em declaração, o TSE apontou evidências de falsidade ideológica.

As normativas da Justiça Eleitoral determinam que a responsabilidade de registrar filiações partidárias recai sobre os próprios partidos, por meio do sistema eletrônico Filia. Segundo o TSE, a inscrição de Lula no PL foi efetuada utilizando a senha de uma advogada da legenda, com seu acesso posteriormente revogado.

A certidão de filiação partidária de Lula, conforme divulgado por O Globo, indica sua filiação ao PL em julho do ano passado, vinculada ao diretório municipal de São Bernardo do Campo. O registro foi formalizado em outubro.

O TSE esclareceu que o sistema de filiação partidária operou corretamente, afirmando que não houve ataques ou falhas de programação, mas sim o uso indevido de credenciais legítimas para registrar uma filiação inverídica.

O PL, por meio de nota enviada à imprensa, informou que a empresa Idatha, responsável pela gestão de dados no sistema Filia, está integralmente disponível para esclarecimentos. A empresa destacou que o acesso ao sistema é realizado com uma senha nacional fornecida pelo TSE e controlada pela delegada nacional do partido. A Idatha ressaltou ainda que o sistema registra todo o processo de filiação, mantendo informações e documentos passíveis de auditoria, estando abertos à verificação das autoridades.

A investigação da PF visa esclarecer as circunstâncias desta controversa filiação e identificar possíveis responsáveis pela inserção de informações fraudulentas no sistema eleitoral.

ANÚNCIO

Mais Lidas