Connect with us

Cenário Político

Geraldo Júnior comenta sobre a tarefa de coordenar o Carnaval da Bahia e celebra o aumento nas vendas de abadás

Avatar De Redação Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Geraldo Júnior

Após dois anos sem o Carnaval devido à pandemia do Coronavírus, Salvador volta a ser a sede da maior festa de rua do mundo. O evento será proveitoso para quem deseja se divertir, assim como para aqueles que esperam lucrar, sejam empresários do ramo de entretenimento ou comerciantes ambulantes, como afirmou o vice-governador Geraldo Júnior, que será o coordenador da festa em todo o estado da Bahia.

“Ficamos dois anos sem essas comemorações que fazem parte da vida dos brasileiros, especialmente dos baianos. Para muitos, a folia não somente um período de lazer e comemorações, mas também uma forma de obter renda alternativa extra durante os dias de festa”, disse.

As perspectivas são excelentes. Como comprovação, temos os números positivos da hotelaria, que, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Bahia, deve atingir a ocupação total durante o Carnaval, e o aumento nas vendas de abadás para a folia. Conforme o sócio-diretor da empresa Joaquim Nery Filho, a Central do Carnaval, que agrega os mais variados blocos, apresenta um aumento de 7% nas vendas em relação ao mesmo período de 2020.

Os camelôs, por sua vez, aproveitam a oportunidade para ter uma renda complementar ou até mesmo principal em muitos lares, já que é o que sustenta muitas famílias nessa época.

Geraldo Júnior comentou sobre o desafio que lhe foi incumbido pelo governador Jerônimo Rodrigues de conduzir a maior comemoração popular de rua do mundo e celebrou o aumento nas vendas de abadás.

“Coordenar o Carnaval na Bahia é uma missão estimulante dada pelo governador Jerônimo e que não podemos recusar, pois na minha vida política procuro cumprir as missões dadas da melhor forma possível. Assim, ficamos satisfeitos com a missão e, claro, com a notícia do aumento na venda de abadás. Tenho certeza de essa tendência boa de vendas se repetirá com os camarotes espalhados pelo circuito da festa”.

O vice-governador salientou que o Carnaval 2023 será relevante não somente para a economia, mas também para a melhoria da autoestima da população, que é trabalhadora e merece poder celebrar a folia como sempre fez.

“É fundamental ressaltar que vamos atuar em toda a Bahia e dar uma atenção especial a Salvador. Aqui são milhões de foliões, milhares de trabalhadores e centenas de artistas que vamos cuidar, orientar e auxiliar no que for preciso. E posso dizer com toda certeza que o Governo da Bahia terá atenção ainda mais especial na segurança pública. Folião seguro é folião satisfeito, feliz. O povo merece um Carnaval de paz e alegria”.

Mais Lidas