Connect with us

Polícia e investigação

Repercussão de caso de assédio leva empresário à prisão

Empresário Israel Bandeira é preso após divulgação de vídeo que evidencia importunação sexual.

Avatar De Redação Portal Chicosabetudo

Publicado

em

O empresário Israel Leal Bandeira Neto, de 41 anos, teve sua prisão preventiva decretada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE). Ele é suspeito de cometer o ato de importunação sexual contra a nutricionista Larissa Duarte, em um incidente ocorrido dentro de um elevador em Fortaleza no dia 15 de fevereiro. A ação foi registrada por uma câmera de segurança.

O inquérito policial conduzido pela Polícia Civil do estado resultou no indiciamento de Bandeira Neto na sexta-feira, 22 de março, após a investigação confirmar a conduta imprópria atribuída ao empresário. Seguindo o indiciamento, o Ministério Público procedeu com a oferta formal de denúncia no domingo, 24 de março.

Além do caso envolvendo Larissa Duarte, Israel Leal Bandeira Neto foi denunciado por importunação sexual por outras mulheres, aumentando as acusações contra sua conduta. As imagens do ocorrido foram divulgadas ao público em março, levando a uma maior visibilidade do caso.

Mais Lidas