Bolsonaro diz que lucro da Petrobras é ‘um estupro’

Bolsonaro vai contratar auditoria: 'quero garantir a eleição do Lula'

O Presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou o lucro divulgado pela Petrobras nesta quinta-feira (05) e disse que a estatal não pode mais aumentar o preço dos combustíveis porque isso irá “quebrar o Brasil”. A declaração foi dada durante a live semanal.

“Petrobras, estamos em guerra! Petrobras, não aumente mais o preço dos combustíveis! O lucro de vocês é um estupro, é um absurdo! Vocês não podem mais aumentar o preço dos combustíveis”, disse Bolsonaro.

O presidente afirmou que fez a sua parte, mas que não mandava na empresa. Criticou ainda os governos petistas por terem interferido no preço dos combustíveis e por “outras ações voltadas para a corrupção”.

Segundo o chefe do Executivo, o lucro da Petrobras é ainda maior com a “crise”, chegando a 30%, o dobro quando comparado com o lucro de petroleiras internacionais. Afirma que a estatal “não entende ou não quer entender” que um novo aumento pode causar uma “convulsão nacional”.

O presidente classificou como um “crime” o possível aumento do diesel no país e que a população paga a conta do lucro da estatal. Citou os efeitos da guerra na Ucrânia para a economia brasileira, ao dizer que “o povo tem perdido seu poder aquisitivo”, e lembrou que o salário do presidente da empresa é 7 vezes o seu, de R$ 33.000.

Comentários