Bolsonaro diz que jantar entre Lula e Alckmin parecia “saidão de cadeia”

Bolsonaro diz que jantar entre Lula e Alckmin parecia “saidão de cadeia”

O presidente Jair Bolsonaro(PL) criticou o jantar de Lula e Alckmin, que ocorreu em São Paulo, no dia 19 de dezembro. Bolsonaro disse durante entrevista à Gazeta Brasil nesta quarta-feira (12) que a reunião parecia um “saidão de cadeia”.

O evento marcou a primeira aparição pública de Lula e Alckmin desde que o petista começou a cogitar a formação de uma chapa ao lado do ex-governador de São Paulo. Bolsonaro ironizou o “jantar da democracia”.

“É igual aquele jantar em São Paulo, o “jantar da democracia” patrocinado pelo Lula e Alckmin. Olha aquelas pessoas que estiveram presentes. Parecia que era um saidão de cadeia. Hoje, inclusive, um advogado falou o seguinte: “Presidente Lula, se o cara já cometeu o crime, punir por quê? Prender pra quê?”, declarou o presidente.

A fala de Bolsonaro se refere à declaração do advogado Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, que, em um jantar, perguntou ao presidente Lula coisas do tipo: “O crime já aconteceu. De que adianta punir?” e “que se puna, mas que não se ache que a punição irá combater a corrupção”.

Comentários