Pastor Valdemiro é condenado após dizer que Rui Costa “fez pacto com o capeta” 

O pastor evangélico Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, vai ter que pagar uma indenização de R$ 35 mil por danos morais ao governador da Bahia, Rui Costa (PT). No ano passado, o evangélico disse que Rui “fez pacto com o capeta”, em crítica às medidas tomadas pelo governador para combate a Covid-19.

Segundo a decisão, a declaração do pastor foi dada durante um programa de televisão, transmitido no dia 24 de março de 2020, mês em que teve início a pandemia. Em defesa, Valdemiro disse que não direcionou a ofensa ao governador e alegou liberdade de expressão.

Na decisão, a juíza Indira Fábia dos Santos Meireles, da 1ª Vara Cível e Comercial de Salvador, afirmou que “não há de prosperar qualquer dessas alegações […]. A uma, que não é preciso ser nenhum expert para vislumbrar que, a todo momento em seu programa, o que fora dito pelo requerido foi, sim, direcionado ao governador da Bahia, ora autor desta demanda”, declarou.

Em nota divulgada, o governo da Bahia comemorou a decisão e disse que “a Justiça brasileira está atenta e age com o rigor da lei contra aqueles que causam danos morais e outros prejuízos à honra dos cidadãos”.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + nove =