Minutos após aval da Anvisa, enfermeira de SP recebe a primeira vacina contra a Covid no Brasil

Nurse Monica Calazans, 54, receives the Sinovac's coronavirus disease (COVID-19) vaccine from nurse Jessica Pires de Camargo, 30, after Brazil health regulator Anvisa approved its emergency use at Hospital das Clinicas in Sao Paulo, Brazil January 17, 2021. REUTERS/Amanda Perobelli

Mônica Calazans, enfermeira de 54 anos, há oito meses na linha de frente do combate ao coronavírus no Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, foi a primeira brasileira a receber neste domingo (17) uma dose da vacina Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

A vacinação ocorre no mesmo dia em que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou o uso emergencial das vacinas Coronavac e Oxford/AstraZeneca contra Covid-19.

Mônica é negra, moradora de Itaquera, Zona Leste da capital paulista, com perfil de alto risco para complicações da Covid-19 por ser obesa, hipertensa e diabética. Apesar de se enquadrar nessas condições, em maio do ano passado, no auge da primeira onda da doença, ela se inscreveu para vagas de CTD (Contrato por Tempo Determinado), escolhendo trabalhar no Emílio Ribas, no epicentro do combate à pandemia.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =