Covid-19: cirurgias eletivas voltam a ser suspensas na Bahia

Cirurgias eletivas/crédito: GOVBA

As cirurgias eletivas, que não possuem caráter de urgência, estão suspensas na Bahia. A informação foi confirmada pelo secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, ontem (4). Segundo ele, o objetivo é direcionar recursos para o tratamento de pacientes com Covid-19 que necessitam de ventilação mecânica, por exemplo. A decisão havia sido tomada no início da pandemia, quando hospitais e centros médicos suspenderam os procedimentos para direcionar esforços contra a Covid-19.

Diante da queda nos casos, as cirurgias voltaram a ser marcadas na capital e no interior. No entanto, diante do aumento dos últimos casos, houve um novo recuo. “Foi uma decisão nossa de suspender todas as cirurgias eletivas por prazo indeterminado em todo o estado da Bahia. Precisamos redirecionar esforços, anestésicos, medicamentos para ventilação mecânica, que estão começando a faltar em todo o país, além de leitos, recursos humanos, técnicos, tudo isso para atender os leitos de Covid. Como essas não são cirurgias urgentes, são procedimentos eletivos, podem tranquilamente ser remarcados”, comentou Fábio Vilas-Boas, em entrevista à TV Bahia.

O secretário também informou que o hospital-dia do Hospital Geral Roberto Santos, em Salvador, suspenderá temporariamente os procedimentos. A medida tem a intenção de salvaguardar a saúde dos pacientes diante do aumento do número de casos de Covid-19 no Estado. Todos os pacientes que tinham cirurgias agendadas estão sendo informados e os procedimentos serão remarcados assim que os serviços forem retomados.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =