Feira de Santana: Colbert diz que só depende de autorização do Estado para iniciar aulas

Colbert Martins -Créditos: Divulgação/Prefeitura de Feira de Santana

Depende de autorização do Governo do Estado através do seu Conselho de Educação, o retorno das aulas na rede municipal de ensino em Feira de Santana, afirmou na sexta-feira (1º) o prefeito Colbert Martins Filho (MDB), durante discurso na sessão solene da Câmara em que ele, o vice-prefeito Fernando de Fabinho (DEM) e os vereadores foram empossados, para o mandato de 2021 a 2024.

Estamos com um desafio extremamente grande que é voltar às aulas, estamos vendo qual é a forma de fazer isso, não encontramos ainda a saída adequada, e estamos dependendo do Governo do Estado cujo o Conselho Estadual de Educação proíbe aulas presenciais até o princípio deste ano, mas estamos prontos para quando o Governo do Estado e o Conselho Estadual de Educação permitir que as aulas aconteçam, nós teremos aulas semipresenciais, temos computadores, temos estrutura, temos tudo que é necessário para começar as aulas, inclusive a partir da autorização dos pais e das mães, vamos fazer uma pesquisa que nos permita saber que os pais querem permitir que seus filhos frequentem as nossas escolas, mas estamos prontos para esse desafio”, disse.

Em seguida, sinalizou com a necessidade de uma pesquisa, que será feita pela Prefeitura, com pais e mães de alunos, para saber se eles querem que os filhos frequentem as escolas enquanto não há uma vacina para a Covid-19. Colbert lembra que na rede privada o ensino andou, mas foi paralisado na escola pública.

Acho que talvez o impacto mais forte que a epidemia fez em Feira de Santana é um apagão educacional de 01 ano, nas escolas privadas, o ensino andou, não pararam as escolas privadas, e nós paramos a escola pública, está na hora da gente voltar e não permitir que esse lapso fique tão grande e que crianças fiquem em um atraso ainda maior, em relação ao que elas podem conhecer, ao que elas devam aprender“, finalizou.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 3 =