Justiça proíbe atos políticos presenciais em Ribeira do Pombal, após ‘guerra de garrafas’

Ribeira do Pombal/crédito: Reprodução

A Justiça Eleitoral determinou a suspensão de eventos e atos políticos presenciais no município de Ribeira do Pombal, localizado no Nordeste da Bahia. A decisão foi publicada neste sábado (24), após o registro de aglomerações e brigas entre apoiadores de candidatos à prefeitura. A medida também é aplicada na cidade vizinha, Banzaê.

Um vídeo gravado na última sexta-feira (23), que circula nas redes sociais, registra uma confusão generalizada, com pessoas arremessando garrafas e copos de vidro nos eleitores opositores.

Com a decisão do juiz eleitoral Paulo Henrique Santos Santana, a Avenida Oliveira Brito fica interditada aos sábados, domingos e feriados. Também fica proibido estacionar carros no local, utilizar veículos de som, além do atendimento de bares e restaurantes a clientes que não estejam nas mesas e a presença de barracas vendendo bebidas alcóolicas.

Entre as medidas, está a proibição de bandeiras em apoio aos candidatos, sendo permitida apenas a “manifestação silenciosa e individual”, com broches, adesivos e camisetas. Os candidatos estão desautorizados a fazer visitas que promovam aglomeração. Carreatas, motocadas, caminhadas e adesivaços também estão suspensos sob pena de multa de R$ 50 mil por ato, no caso de descumprimento das normas.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =