Galinho se reúne com ABAME que congrega milhares de evangélicos

Para ouvir e firmar compromisso de agir em conformidade com os preceitos cristãos, em favor da vida, da família e das pessoas que mais precisam, o candidato a Prefeito Mário Galinho (Solidariedade), reuniu-se na manhã desta terça-feira (06/10), com o Presidente da ABAME – Associação Baiana de Ministros Evangélicos, Pastor Denis Reis; Pastor Silvio Pero, da Igreja Peniel; Pastor Alex Oliveira, 2º Tesoureiro da ABAME  e Pastor Valdeilson Paiva da Igreja Verbo da Vida.

Recebidos na sede do escritório político de Galinho, os pastores, ouviram do candidato a prefeito propostas para a melhoria da mobilidade urbana, incluindo a busca de recursos para a construção de uma nova ponte de acesso à ilha de Paulo Afonso e formas de disciplinar e desafogar o trânsito na cidade, “o que traria segurança para pedestres e muito mais acessibilidade aos estabelecimentos comerciais”.

Galinho falou do primeiro esforço da sua administração: criar empregos, gerar renda, reconstruir a indústria do turismo, incentivar a capacitação no comércio, na indústria e na prestação de serviços: “Paulo Afonso vai voltar a ser uma referência nacional”.

Mário Galinho discorreu sobre a necessidade de criar condições de vida digna no campo, para fixar o homem na terra e ampliar a produção e a produtividade: “Não nos falta vontade, apoio e disposição. Quero ouvir e aprender e vou fazer o que for preciso, sem abrir mão de meus princípios, para melhorar a vida das pessoas que escolheram Paulo Afonso”.

Mário Galinho falou sobre a bandeira que o tem guiado na vida pública: a melhoria da saúde pública. Para ele não há cidadania se não houver respeito à vida humana, se não houver tratamento digno e acessível a todos: “Saúde é um direito inegociável. Paulo Afonso tem recursos, não se justifica o caos e o descaso existentes hoje”, garantindo que a saúde será uma prioridade absoluta em seu governo.

Dos pastores ouviu sugestões, como a criação de um porto seco, capaz de tornar Paulo Afonso um centro de distribuição para estados vizinhos; apoio à idéia de uma nova ponte, ordenamento e disciplina do trânsito, a necessidade da criação e fortalecimento de conselhos que contribuam coma administração,  a importância da educação e dos valores Cristãos na formação de uma sociedade justa e a constatação: “Deus escreveu esse momento há muito tempo”.

“Todos nós temos interesse na melhoria de Paulo Afonso” – expôs o Pastor Denis Reis, Presidente da ABAME, ressaltando a necessidade dos gestores olharem a Igreja “com outros olhos”, para que possam “pensar, agir e investir nas pessoas”.

Para o Presidente da ABAME a grande falha em Paulo Afonso está “no pouco investimento nas pessoas” e encerrou aconselhando Mário Galinho: “Sem a Igreja não há como mudar o caráter das pessoas; permita-se ouvir o que os homens de Deus têm a lhe dizer”

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 2 =

Veja também