Bomba: Mesmo sem ter aulas, Prefeitura de Jeremoabo gastou mais de R$ 100 mil reais com tickets de combustível

Segundo denúncia dos vereadores da cidade de  Jeremoabo, a prefeitura de Jeremoabo gastou nos 16 ônibus que compõem a frota escolar do município, os famosos “amarelinhos”, mais de R$ 100 mil reais em tickets de combustíveis nos meses de Fevereiro, Março e Abril de 2020.

O que chama atenção na denúncia é que no mês de Fevereiro a Prefeitura gastou R$ 36.426,00 reais com tickets de combustível para os ônibus escolares em um período em que não havia aulas, já que o calendário escolar iniciou somente em 04/03.

Outra coisa que chama atenção é que no dia 17/03, o Prefeito Deri do Paloma publicou um decreto suspendendo as aulas no município, deixando aquele mês com apenas 10 dias de aula. Contudo ao invés de diminuir o gasto de combustível foi registrado uma despesa de R$ 30.490,00 reais.

Não obstante, no mês de Abril/2020, período em que vigorava o decreto municipal de suspensão das aulas,  o gasto com tickets de combustível foi de R$ 52.994 reais. Todas essas despesas foram registradas no Tribunal de Contas dos Municípios.

Confira a nota da Prefeitura sobre o caso:

“Ocorre que no sistema do Tribunal de Contas dos Municípios na hora do lançamento das despesas, a planilha que é de previsão de gasto, aparece como se fossem de produtos já utilizados, correção que já está sendo analisada e corrigida!Vale salientar que os tickets já estavam comprados para programação da volta às aulas, porém, devido a suspensão das aulas presenciais, em decorrência da Pandemia do COVID-19, que nos assola, os tickets encontram-se guardados para uma ulterior utilização, assim que oportuno e necessário!”

Segundo a Prefeitura neste novo sistema para evitar irregularidades é feito a compra dos tickets e estes são utilizados nos Postos de combustíveis da cidade.

Contudo, conforme a denúncia que recebemos uma parte considerável dos tickets é gasto no Posto de Combustíveis Paloma de propriedade da família do Prefeito.

Confira nossa reportagem:

 Entramos em contato com  o chefe de Gabinete da Prefeitura que nos disse, que nos disse que não houve erros no processos e que todos os tickets comprados estão guardados para serem utilizados quando retornarem às aulas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − quatro =