Cirurgia inédita é realizada no Hospital Municipal de Paulo Afonso

No dia 16 de Agosto, foi realizada no Hospital Municipal de Paulo Afonso a primeira cirurgia de revascularização distal. O procedimento, que é uma alternativa ainda pouco utilizada no Brasil foi realizado pelo angiologista e cirurgião vascular Igor Pereira Farias Campos.

A revascularização é um enxerto que é feito com a veia safena do paciente, onde é instalada uma ponte para levar sangue em partes que não têm. Nesse procedimento cirúrgico é utilizada a veia safena magna para o tratamento da isquemia crítica dos membros inferiores. É uma opção terapêutica consolidada, que apresenta índices reduzidos de mortalidade cirúrgica e taxas de sucesso satisfatório na preservação do membro isquêmico.

A equipe explica que a veia safena magna autóloga é o melhor substituto arterial na revascularização dos membros inferiores, importante na revascularização do miocárdio e pode ser utilizada nas cirurgias do sistema venoso e nos traumas das extremidades. Assim, no tratamento das varizes primárias dos membros inferiores por meio da cirurgia ou de outras técnicas, a preservação da safena é recomendável se ela for normal ou apresentar alterações que ainda permitam sua preservação pela correção da causa desencadeante.

Para o cirurgião, o avanço é resultado de um trabalho sério, feito por profissionais comprometidos em desenvolver ações que tragam mudanças na qualidade de vida dos usuários da Rede Pública. “A repercussão desse procedimento cirúrgico retrata a responsabilidade de uma gestão comprometida com a saúde”, comentou Doutor Ígor.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =

Veja também