Com processos de impeachment e Cunha, produtividade na Câmara cai 26% em 2016

A produtividade dos deputados federais durante o primeiro semestre de 2016 caiu 16,6% em comparação com o mesmo período de 2015, aponta levantamento realizado pelo G1.

Com casos longos como o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), ou cheios de recursos como o pedido da cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a Casa votou 72 matérias, aprovadas ou rejeitadas, entre fevereiro e julho deste ano.

No ano passado, foram 98 propostas avaliadas. O número de sessões no plenário também diminuiu: foram 188 neste primeiro semestre, contra 207 nos seis primeiros meses de 2015. 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =