Governador da Bahia propõe controle rigoroso para reequilibrar contas do estado

O governador Rui Costa reuniu nesta terça-feira (19) os representantes das principais instituições dos poderes públicos da Bahia para discutir a situação financeira do estado e selar com eles um pacto de colaboração.

A missão é fazer um acompanhamento rigoroso de cada centavo e evitar que as contas, hoje regulares, fujam do controle e gere complicações para a gestão do petista com a Lei de Responsabilidade Fiscal.

O trabalho para reequilibrar o balanço fiscal nos cofres estaduais terá a colaboração da Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público da Bahia, Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e Tribunal de Contas do Estado (TCE) com sugestões para conter os gastos.

Por conta do arrocho, o governador encontra dificuldades para planejar o pagamento do 13º salário aos servidores.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − onze =