‘O governo está proibido’, diz Governador Rui Costa sobre concursos na área de Segurança

O governador Rui Costa afirmou, na manhã desta quarta-feira (1º), que o governo estadual está impedido de investir em mão de obra para o setor de segurança pública. De acordo com o chefe do Executivo baiano, a medida obedece à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Conforme explicou Rui, a receita estadual de 46,17% do governo chegou a 48%. 

"Portanto, acima do limite legal. Por isso, o governo está proibido de fazer concursos, de contratar mais profissionais e está proibido de conceder reajuste aos servidores", disse em entrevista na Rádio Sociedade.

Ainda em sua justificativa, Rui Costa destacou que a desobediência pode levar sua gestão a ter contas rejeitadas e vir a responder por crime de improbidade administrativa.

Em tempo, Rui ressaltou 2 mil policiais militares integrados à corporação em 2015 e 639 policiais civis neste ano. Segundo ele, os concursados civis que aguardam chamado serão convocados nos próximos meses, "na medida que a lei permita".

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =