Mário Negromonte Jr. escapa de punição do PP

Os deputados baianos Cacá Leão e Mário Negromonte Jr., ambos do PP, não sofrerão sanções partidárias após descumprir determinação da Executiva Nacional do Partido Progressista (PP), que fechou questão em votar a favor da admissibilidade do processo de impeachment na Câmara Federal contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

A cúpula do PP não pretende abrir processo de expulsão contra nenhum dos sete parlamentares da legenda que se posicionaram a favor da líder petista. O desligamento chegou a ser cogitada como uma das punições para os deputados que não seguiram a decisão majoritária da sigla. Na Bahia, o PP é comandado pelo vice-governador João Leão, pai de Cacá Leão.

Dos 45 deputados da bancada na Casa que participaram da sessão, quatro votaram contra o impeachment. Dois foram os baianos: Roberto Britto e Ronaldo Carletto. A cúpula do PP já interveio nos diretórios estaduais do Maranhão e do Pará, destituindo dos comandos regionais, respectivamente, o deputado Waldir Maranhão, 1º vice-presidente da Câmara, e Beto Salame. Na Bahia, não há previsão de o PP sair das mãos de João Leão.

Os caciques progressistas devem respeitar a aliança do vice-governador com o governador Rui Costa (PT). “Nós somos fiéis ao partido. Aqui na Bahia, nós temos uma tradição de sempre estar ao lado de Jaques Wagner, do presidente Lula, da presidente Dilma e do governador Rui Costa. Tanto é que sou o vice-governador do Estado. Jamais iria falhar com isso”, disse ontem o vice-governador, em coletiva durante visita da presidente Dilma Rousseff (PT) a Simões Filho.Leão ainda rechaçou qualquer possibilidade de Cacá Leão assumir o Ministério da Integração Nacional em um eventual governo Michel Temer (PMDB). O nome do deputado voltou a ser especulado para assumir a pasta na cota do PP.

No mês passado, atendendo a um pedido do presidente nacional do PP, o senador Ciro Nogueira (PI), Cacá abriu mão de disputar a vaga de líder do partido em troca do cargo de ministro

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 2 =