Pastor é preso por agredir filha de 2 meses até deixá-la paraplégica e cega

Por O Dia 15/06/2022

Policiais da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Niterói cumpriram um mandado de prisão preventiva, na noite desta terça-feira (14), contra o pastor Rogério Chaves da Silva, de 31 anos, conhecido como “Pastor Rogerinho”. Ele é acusado de agredir brutalmente a filha de apenas 2 meses de idade, em abril de 2016. O foragido foi encontrado quando ia até uma igreja no bairro de Quintino Bocaiuva, Zona Norte do Rio.

Com as agressões, a bebê ficou cega, paraplégica e com comprometimentos cognitivos. Na época, uma tomografia apontou muitas lesões compatíveis com uma criança que foi sacudida a ponto de movimentar o cérebro. Além disso, um exame de imagem revelou uma fratura na cabeça, hemorragia e contusão no tecido cerebral.

Leia também: Jovem morre eletrocutada ao colocar mão dentro da máquina de lavar ligada

De acordo com a Polícia Civil, Pastor Rogerinho se escondia no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, onde pregava cultos evangélicos em um templo localizado na comunidade. Ele foi encontrado com a ajuda de informações passadas pelo Disque Denúncia. Segundo agentes, ele também tem passagens por injúria, ameaça e difamação cometidos em contexto de violência doméstica e familiar contra a mulher.

A ocorrência foi encaminhada para a sede da Cidade da Polícia, no Jacaré. O preso foi levado para uma unidade prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Sobre nós

Falar um pouco sobre o Chico

Ultimos posts

Copyright © 2022 Portal ChicoSabeTudo. Todos os direitos reservados.