Homem é denunciado após gravar vídeo cortando dedo de morador de rua

Jefson foi denunciado por tortura -Créditos: Redes sociais

O mecânico Jefson Castro da Silva, de 39 anos, se tornou réu após a 3ª Vara Criminal de Rio Branco (AC) aceitar a denúncia do Ministério Público pelo crime de tortura. O homem gravou um vídeo enquanto decepava o dedo de um morador de rua, identificado como Renan Ameida de Souza, o Nego Bau.

Segundo informações, o caso aconteceu em dezembro do ano passado. Após as imagens serem compartilhadas nas redes sociais, Jefson confessou o crime e disse que agrediu Renan porque ele invadiu a sua casa. A vítima, que sofria de transtorno mental, morreu no dia 15 de janeiro deste ano, após passar duas semanas internado no Pronto-socorro da capital acreana.

“Ele contou que Nego Bau estava em atitude suspeita, e entendeu que ele estava furtando a casa. Mas, o Nego Bau sofria de uma patologia mental e não sabia direito as condutas que praticava por conta dessa patologia”, contou o delegado responsável pelo caso.

Ainda segundo o delegado, o suspeito já tinha passagem pela polícia pelo crime de roubo ocorrido em 2014. “Agora, aguarda o desfecho da investigação em prisão preventiva. Obedecemos todos os critérios legais, creio que ele permanecerá preso”, disse.

Comentários