Pai e filho são mortos por dono de imóvel que alugavam; suspeito é um Policial civil aposentado

Edson e Warlisson eram donos de uma padaria : Foto: Reprodução/Redes sociais

A Polícia Civil do Distrito Federal  investiga o assassinato de pai e filho, mortos a tiros na tarde desta quinta-feira (12), em Taguatinga. Warlisson Rodrigues de Jesus, 31 anos, e Edson do Carmo de Jesus, 63, eram empresários e gerenciavam uma padaria da região.

Segundo o site R7, o assassino trabalhou como agente de custódia antes de se aposentar e foi identificado pela Polícia Civil logo após o crime. Como ainda não foi localizado, é considerado foragido.

Ele foi identificado como Marcos Antonio Santos, e era proprietário de um imóvel alugado pelas vítimas. O crime teria sido motivado por desavenças entre os três. De acordo com um amigo de infância de Warlison Rodrigues, morto no duplo homicídio, o policial e as vítimas se desentenderam no dia anterior ao crime por conta do aluguel.

Segundo o amigo que preferiu não se identificar, há cerca de um ano, Warlison colocou um contêiner de refrigeração no estacionamento ao lado da padaria, e firmou um contrato com o policial, dono do imóvel, para alugar o espaço onde havia vagas para carros.
No entanto, recentemente, o policial pediu que o comerciante desocupasse a área, mas Warlisson teria dito que não poderia fazer isso imediatamente, e teria pedido um tempo para resolver a situação, segundo o relato do amigo.

Comentários