Homem agride e tortura esposa após ser flagrado beijando outra mulher

Jonatha de Amorim Souza, de 36 anos, foi preso em flagrante por agredir e torturar a própria esposa na madrugada de domingo (21) após ela ter o flagrado aos beijos com uma suposta amiga, em um restaurante no mesmo bairro onde o casal mora, em Salvador.

O advogado da vítima, Ariele de Almeida Rocha, também de 36 anos, deu detalhes sobre o que ela relatou à polícia em depoimento. De acordo com a defesa, Ariele foi jantar com o marido, que levou uma amiga, alegando que esta mulher havia terminado um relacionamento recentemente e precisava sair um pouco.

Ao longo da noite, Ariele foi ao banheiro e, quando retornou, o companheiro e a mulher estavam aos beijos. A vítima e o suspeito iniciaram uma discussão, e saíram do restaurante junto com a outra mulher. Jonatha levou as duas para o apartamento do casal e ao chegar, começou a agredir Ariele, nesse momento a suposta amiga teria ido embora.

A vítima contou que foi agredida com socos no rosto e em outras partes do corpo, além de ter levado chutes na barriga, ter sido enforcada e imobilizada pelo suspeito. Ariele também contou que teve a mão atingida por marteladas e que chegou a desmaiar. 

As agressões só terminaram depois que vizinhos chamaram a Polícia Militar. No local, os PMs ameaçaram arrombar a porta da residência, mas Jonatha deixou os militares entrarem. 

Depois de fazer exames de corpo de delito, Ariele foi levada para o Hospital Geral do Estado (HGE). Os exames de raio-x, não identificaram nenhuma fratura nos ossos. No entanto, a vítima ficou com vários hematomas, principalmente no rosto.

O casal estava junto há 19 anos e tem duas meninas, uma de 13 anos e outra de 8, que não presenciaram o crime porque não estavam em casa. A Deam (Delegacia Especial de Atendimento à Mulher) segue investigando o caso.

Comentários