Justiça autoriza Suzane Richthofen a sair da cadeia para estudar no interior de SP

Foto: Reprodução/TV Record

A Justiça de São Paulo autorizou Suzane von Richthofen, 37 anos, a sair da penitenciária feminina de Tremembé (147 km de SP), onde cumpre pena pelo assassinato dos pais, para que possa iniciar a graduação em Farmácia em uma faculdade em Taubaté (140 km de SP). Ela foi condenada a 39 anos de prisão, em 2006, pelo homicídio de Manfred e Marísia von Richthofen, quatro anos antes.

Suzane está na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrasia Pelletierde, em Tremembé, desde em 2 de fevereiro de 2017. A história dela foi publicada em livro e também é contada em dois filmes até o momento.

A decisão foi publicada no último dia 10 e é assinada pelo desembargador José Damião Pinheiro Machado Cogan, da 5ª Câmara de Direito Criminal do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo). O curso ao qual Suzane foi autorizada a frequentar começou em 16 de agosto deste ano.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + três =