Homem condenado por matar 24 pessoas morre em troca de tiros com a polícia em PE

O reeducando Erivaldo Francisco Neves de Oliveira, conhecido como Cabelinho, morreu, na manhã deste sábado, 1º, após troca de tiros com policiais da Divisão Especial de Investigação e Captura (Deic) e agentes da Polícia Penal, em Canhotinho, Zona da Mata de Pernambuco, de acordo com informações da Deic.

Ele teria sido alvejado ao reagir à abordagem dos policiais. Cabelinho ainda chegou a ser socorrido e levado para um Hospital na cidade de Garanhuns, mas não resistiu aos ferimentos. A operação contou também com a participação de policiais da Delegacia Regional de Garanhuns.

Erivaldo Francisco Neves de Oliveira, conhecido como Cabelinho, era condenado por matar 24 pessoas, sendo 13 desses homicídios cometidos dentro do Sistema Prisional. Na “ficha” dele consta a morte do próprio irmão, de quem abriu o peito e arrancou o coração.

Ele havia sido liberado do presídio no último mês de fevereiro, após cumprir 30 anos de prisão.

“Ele tinha rompido a tornozeleira eletrônica e fugiu para o interior de Pernambuco. Lá, estaria se articulando para cometer crimes”, disse o delegado Gustavo Xavier.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 3 =