Polícia fecha cassino com 200 pessoas em SP; Gabigol e MC Gui foram detidos no local

Polícia interdita cassino em SP/crédito: Divugalação/Procon

A Polícia Civil fechou um cassino de luxo na Zona de Sul São Paulo no início da madrugada deste domingo (14). Jogos de azar são proibidos no país.

Pela legislação brasileira, são considerados jogos de azar aqueles que dependem exclusivamente da sorte dos participantes.

Além de ilegal, o estabelecimento, que funcionava na Vila Olímpia, bairro nobre da capital paulista, desrespeitava o decreto estadual que veta festas e aglomerações durante a pandemia.

Na mesma data, o país registrava novo recorde de mortes e internações por coronavírus. O estado de São Paulo está desde o dia 6 de março na fase vermelha da quarentena, a mais restritiva, para tentar conter o avanço da doença e evitar o colapso do sistema de saúde.

Mais de 200 pessoas estavam jogando. No momento da operação, o jogador Gabigol, atacante do Flamengo, e o funkeiro MC Gui foram flagrados dentro do estabelecimento.

Segundo a polícia, o jogador foi encontrado escondido embaixo de uma mesa do cassino.

Todas as pessoas foram encaminhadas para a Delegacia de Crime contra a Saúde Pública, no Centro de São Paulo.

Elas assinaram termo circunstanciado, comprometendo-se a prestar esclarecimentos depois, e foram liberadas.

À polícia, denunciantes informaram que o local funcionava há algum tempo e que foram gastos mais de 8 milhões com as instalações de luxo.

Muitos dos que estavam no cassino não usavam máscara, ou vestiam de forma errada.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 13 =