Caminhoneiro é sequestrado na Bahia e foge de cativeiro após matar um dos suspeitos a tiros

Imagem ilustrativa -Créditos: Internet

Um caminhoneiro foi sequestrado e conseguiu fugir do cativeiro na quarta-feira (10), na cidade de Teodoro Sampaio, a cerca de 90 km de Salvador, após matar um dos suspeitos a tiros.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem, que não teve a identidade revelada, foi encontrado por uma guarnição da 20ª Companhia Independente de Polícia Militar (20ª CIPM) durante ronda no município. A vítima estava visivelmente desesperada e contou toda a situação aos policiais.

Segundo o homem, ele aproveitou um momento de descuido de um dos sequestradores e tomou a arma dele. Em seguida, atirou contra o suspeito, que morreu no local. A vítima então fugiu do cativeiro e saiu em busca de ajuda.

Os policiais voltaram ao local do cativeiro, junto com a vítima, para constatar a veracidade dos fatos. Chegando lá, encontraram o caminhão da vítima e o corpo do suposto criminoso.

A arma que teria sido utilizada para atingir o suspeito não foi encontrada pois, segundo a vítima, ela foi lançada às margens da BA-516.

Ainda de acordo com os PMs, a área foi isolada para perícia e remoção do corpo do suspeito. O corpo dele foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Santo Amaro, a cerca de 48 km do local do crime.

O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil região. Em nota, a corporação informou que familiares de um homem de 39 anos procuraram a Delegacia Territorial (DT) da cidade, na manhã de quarta-feira (10), informando que ele havia sido vítima de sequestro depois de aceitar um frete, saindo de Camaçari para o distrito de Jacu, zona rural de Terra Nova.

A polícia destacou ainda que os sequestradores ligaram para a família e pediram uma quantia em dinheiro, que deveria ser paga até as 14h. Com isso, a Polícia Civil iniciou as investigações e preparava-se para estourar o cativeiro, já descoberto, quando a própria vítima ligou para um familiar informando que havia conseguido desarmar um dos sequestradores, que acabou baleado, e fugir.

Foi instaurado inquérito para apurar a extorsão mediante sequestro e a legítima defesa da vítima. Ainda segundo a polícia, as diligências continuam no intuito de localizar outros envolvidos no crime.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 14 =