Motorista de ônibus de acidente com 19 mortos em MG se apresenta à polícia

Motorista de ônibus de acidente com 19 mortos em MG se apresenta à polícia -Créditos: TV Globo

O motorista Luiz Viana de Lima, que pulou do ônibus que caiu de um viaduto na BR-381, em João Monlevade, se apresentou à Polícia Civil da cidade no início da tarde desta segunda-feira (7). Ele prestará depoimento sobre o acidente que aconteceu na última sexta-feira (4) e deixou 19 mortos.

Luiz fugiu após o acidendente acontecer. A polícia procurava por ele desde a sexta-feira. Segundo a corporação, o motorista não era considerado foragido, pois não havia mandado de prisão contra ele.

Uma representante da empresa Localima, responsável pelo ônibus, também está na delegacia de João Monlevade para prestar esclarecimentos para a polícia.

Translado dos corpos

Quatorze corpos de vítimas que morreram na queda de um ônibus do viaduto conhecido como “Ponte Torta”, em João Monlevade (MG), foram levados para a Região Nordeste do Brasil no início da tarde desta segunda-feira (7).

A aeronave C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) decolou às 12h51 do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, e seguiu com as vítimas.

Os parentes delas foram em um avião C-99, também da FAB. Os voos vão até a cidade de Paulo Afonso (BA), cidade a 87 km de Mata Grande (AL), de onde partiu o ônibus da Localima que se acidentou em Minas.

Quatro corpos foram levados para São Paulo pela polícia daquele estado nesta segunda e um pela própria família neste domingo (6). Os dois aviões da FAB foram disponibilizados para os transportes.

A assessoria da Prefeitura de Mata Grande informou que Maria Luiza de Oliveira, Elias Vieira Batalha e Maria Silma da Silva Batalha serão enterrados em São Paulo.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 9 =