Bahia: Motorista embriagado transitando pela contramão quase colide com viatura da PRF e acaba preso na BR-116

Veículo/crédito: ASCOM PRF BA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na noite desta segunda-feira (02), o condutor de um Honda/City por conduzir veículo alcoolizado, dirigir na contramão da direção e quase causar acidente grave na BR 116, em Vitória da Conquista (BA).

Era por volta das 20h40, equipe da PRF realizava ronda na rodovia voltada à prevenção de acidentes quando, na altura do quilômetro 29 (anel rodoviário), foi surpreendida por um veículo em alta velocidade, na contramão da direção e para evitar uma colisão frontal que poderia ser trágico, a viatura foi obrigada a desviar de forma defensiva.

De imediato, os policiais retornaram e iniciaram um acompanhamento tático. O veículo foi interceptado e durante a abordagem, os agentes perceberam que o homem apresentava visível estado de embriaguez como olhos vermelhos, forte odor de álcool no hálito, fala desconexa.

O motorista, de 39 anos, ofereceu resistência e se negou a sair do veículo. Estava muito exaltado e tentou agredir os policiais. Dentro do carro foram encontradas latas de cerveja.

Em seguida, os PRFs com base nos sinais notórios de embriaguez lavraram o termo de constatação e deram voz de prisão ao infrator, pelo crime de trânsito do art. 165 da Lei 9.503/97. Além de ser autuado por alcoolemia, foi notificado por dirigir pela contramão de direção e conduzir veículo sem cinto de segurança. O somatório das multas foi superior a 3.500 reais.

Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil para lavratura do flagrante.

Além de detenção por crime de trânsito, a multa por alcoolemia custa R$ 2.934,70, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O valor da multa é duplicado em caso de reincidência. Ademais, ocorre a penalidade administrativa que suspende ou proíbe o motorista de obter a habilitação ou permissão para dirigir veículo automotor por um período de 12 meses.

A PRF alerta sobre as consequências da combinação de álcool e volante e atua no policiamento ostensivo e preventivo, sendo priorizada a fiscalização de condutas de risco como ultrapassagens proibidas, alcoolemia ao dirigir, dentre outras, com foco na redução de acidentes.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =