Maus-tratos: 14 filhotes de cães são encontrados em bagageiro de ônibus na Bahia

Filhotes foram resgatados -Créditos: PRF BA

Catorze filhotes de cães das raças shih-tzu, chow-chow, dachshund, maltês e pastor que estavam em situação de maus-tratos foram resgatados de dentro do bagageiro de um ônibus, na noite de sexta-feira (23), na BR-242, trecho de Barreiras, oeste da Bahia. O motorista do veículo, de 41 anos, foi detido e levado para delegacia da cidade.

A ação foi feita por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Km 800 da rodovia. Alguns animais, que têm cerca de 45 dias de vida, eram transportados em situação precária, dentro de caixas plásticas, e apresentavam cansaço e aparente desidratação. Além disso, os cães estavam ‘cobertos’ com fezes e urina, informou a PRF.

O ônibus no qual os cachorros estavam saiu de Brasília (DF) e seguia para Paranaíba (PI), quando foi abordado por policiais que faziam fiscalização na região baiana.

Segundo a PRF, os cachorros foram encontrados durante revista no bagageiro do ônibus, onde os agentes sentiram forte odor característico de urina e fezes e encontraram quatro caixas plásticas que continham 10 cães amontoados. Outros quatro animais foram resgatados na cabine do motorista.

De acordo com a PRF, os cachorros estavam com a pelagem coberta de fezes e urina, confinados e aglomerados, o que dificultava a respiração, mobilidade e descanso dos animais. Além disso, a higienização nas caixas onde eles estavam era precária, a temperatura estava elevada e faltava iluminação e alimentação para os animais.

A Polícia Rodoviária Federal informou que não foram apresentados documentação legal dos animais, como nota fiscal, guia de transporte e comprovação de vacinação.

Segundo a PRF, o motorista do ônibus contou os cachorros seriam entregues em Parnaíba e Água Branca, ambas no Piauí.

O homem foi autuado por crime de maus-tratos de animal doméstico, previsto na Lei Ambiental, que prevê pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e proibição de guarda.

Os filhotes foram entregues aos cuidados provisório de uma entidade que resgata e acolhe animais em situação de maus-tratos e abandono, informou a PRF.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − seis =