Diretor de presídio de Paulo Afonso fala sobre a fuga dos 7 presos: “era pra ter sido 68”

Alexandro Reprodução/redes sociais

Na semana passada, o diretor do Complexo Penal de Paulo Afonso, Alexandro Silva, concedeu uma entrevista para uma rádio local, e na ocasiao falou sobre a fuga dos presos, ocorrida recentemente e também sobre as providências tomadas para recaptura dos mesmos. Até esta terça-feira, apenas dois haviam sido recapturados.

No dia da fuga, os detentos serraram algumas celas e usaram uma ‘teresa’ – corda feita com pedaços de pano – para pular o muro da unidade prisional.

Alexandro informou que graças aos policiais que estavam de plantão foi evitada uma fuga em massa. Segundo ele, sessenta e oito presos planejavam a fugir, mas apenas sete conseguiram, devido à ação rápida da polícia penal. O diretor explicou ainda que ao apurar as circunstâncias da fuga encontraram um ponto cego, que seria uma guarita desativada e ressaltou que agora o presidio ganhou o reforço de agentes do GEOP.

O diretor afirmou ainda que durante os seis meses em que atua na unidade várias fugas foram evitadas assim como mortes e tragédias. E destacou a apreensão de produtos ilícitos arremessados pelo muro da unidade e o apoio da PM e PC. Entre as melhorias apontadas pelo diretor estão a reforma da guarita, a ocupação provisória da guarita pela PM e a intensificação de rondas internas.

Sobre a recaptura dos presos, o diretor explicou que a polícia está monitorando a região e que todos os esforços estão sendo feitos para recuperar os fugitivos. Salientou ainda que há informações de locais onde os presos possam estar escondidos e que o cerco está se fechando.

Comentários

One thought on “Diretor de presídio de Paulo Afonso fala sobre a fuga dos 7 presos: “era pra ter sido 68”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + dezessete =

Veja também