Morte de garoto de 5 anos: patroa vai responder por homicídio culposo

Miguel Otávio Santana da Silva, 5 anos, morreu ao cair do 9º andar de um edifício de luxo no Recife, em Pernambuco, após a mãe ir passear com o cachorro dos empregadores. Ela deixou o menino aos cuidados da patroa, a primeira-dama de Tamandaré, Sari Corte Real. O caso aconteceu terça-feira (02/06).

Câmeras do circuito interno de segurança do condomínio mostraram o momento em que a mulher permitiu que Miguel entrasse sozinho no elevador. Nas imagens, é possível ver que ela fala com o menino, mas mesmo assim deixa o garoto entrar. Miguel estava no 5º andar e ficou no elevador sozinho. Ele desceu no 9º andar, onde escalou uma grade na área dos aparelhos de ar-condicionado, que fica na ala comum do andar. O menino acabou caindo e morreu.

Sari Corte Real foi autuada por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e chegou a ser presa em flagrante. Porém, ela pagou R$ 20 mil de fiança e responderá em liberdade.

Se fosse eu, meu rosto estaria estampado, como já vi vários casos na TV. Meu nome estaria estampado e meu rosto estaria em todas as mídias. Mas o dela não pode estar na mídia, não pode ser divulgado”, desabafou Mirtes Renata Souza, mãe da criança.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =