Metade dos PMs da Bahia não deve ir às ruas, estima ASPRA

Apesar de negar greve, a Aspra ( Associação dos Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia) estima que a partir desta sexta-feira (2) metade do efetivo da Policia Militar da Bahia não deve ir às ruas. O coordenador da instituição, deputado soldado Prisco, afirmou que estão realizando a Operação Polícia Legal, ou seja, nenhum policial irá as ruas proteger o cidadão se não tiver com equipamento de proteção suficiente par garantir segurança adequada dos soldados. 

“Viaturas em boas condições, armamentos em boas condições, coletes, não utilizar o seu celular pessoal para trabalho, pois o rádio não funciona, dentre outros”, disse em reportagem ao Bocão News. Vale lembrar que a PM da Bahia é proibida por lei de fazer greve. 

“Se não tiver equipamento o acordo é que os policiais fiquem em suas unidades. Cerca de 50% não tem condições”. Ainda conforme ele, na próxima terça-feira haverá uma nova assembleia de negociação. Durante a assembleia da PM realizada nesta sexta-feira (2), no Ginásio dos Bancários, Prisco criticou a falta de disposição do governo estadual em discutir as reivindicações da classe.“Queremos o diálogo com o governo”, pontuou. O efetivo policial da Bahia é composto por 29 mil policiais militares. 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 11 =