MPRJ pede prisão de homem por agressão à mulher; filho fez denúncia

O Ministério Público do Rio (MPRJ) denunciou e pediu a prisão, nesta quarta-feira (29), de Joel Jorge Ribeiro, por agressão à companheira, Fabiane Boldrini. O caso foi denunciado pelo Facebook, em um post feito pelo filho do casal, um menino de 11 anos.

O garoto publicou no domingo (26) um texto e as fotos da mãe machucada, com o nariz sangrando e com outros hematomas. O caso ganhou grande repercussão nas redes sociais. Até as 17h desta quarta, o post tinha quase 50 mil compartilhamentos e 45 mil curtidas.

"Estou fazendo aqui um protesto contra meu pai (…) Por mais que ele tente se explicar isso que ele fez não tem justificativa, ela é vitima dele por muitos anos, ele fraturou o nariz dela com um soco porque ela disse que não queria mais viver com ele aguentando tudo, e antes que pensem que ela fez alguma coisa de errado, ela não fez nada para merecer isso. Eu sou testemunha. Então eu peço que compartilhem para que a justiça seja feita. Agressão contra mulher é covardia! Isso aconteceu há três semanas", escreveu o menino.

A 25ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos requereu a prisão preventiva de Joel. A promotora de Justiça Ana Lúcia Melo, que subscreve a denúncia, ressalta que "o comportamento do acusado não é compatível com o convívio social e que esta não foi a primeira vez que ele agrediu a mulher".

O crime foi na madrugada de 29 de maio, na casa da família, em Ricardo de Albuquerque, Zona Norte do Rio de Janeiro. De acordo com a denúncia, após a vítima se recusar a abrir o portão para o acusado, ele lhe deu socos no rosto, causando lesões na região do olho e do nariz.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + dez =