Brasil: Bebê foi torturado e abusado sexualmente por menor de 17 anos

O bebê de um ano e quatro meses de idade que foi mordido e abusado sexualmente por um adolescente de 17 anos, pode ter o pênis amputado, segundo informou a delegada Juliana Tuma, titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Criança e ao Adolescente (DEPCA).

O jovem confessou o crime e disse que fez por ciúmes da namorada, Joycinara Feitosa Parede, 22. Segundo a delegada, o jovem afirmou que o objetivo realmente era maltratar e judiar da criança. O caso ocorreu na madrugada de domingo (12), no bairro Mauazinho, na Zona Leste de Manaus.

Ainda de acordo com informações repassadas pela titular da DEPCA, durante a apresentação dos envolvidos no crime nesta segunda-feira (13), o adolescente contou em depoimento que abusou da criança porque estava com ciúmes de Joycinara. No último sábado, dia 11, foi o aniversário dela e amigos teriam organizado a festa, o que deixou o adolescente irritado.

Na madrugada de domingo (12), o adolescente abusou e torturou a criança com mordidas em várias partes do corpo. Em depoimento, a mãe relatou que escutou o bebê chorando, mas que não quis se levantar. O crime só foi descoberto na manhã de ontem (12), pela avó da criança, que achou estranho uma marca de mordida na bochecha do bebê e o levou ao médico. Lá foram descobertas várias marcas no corpo da criança e que a mesma foi abusada sexualmente. Em seguida, a polícia foi acionada e prendeu a mãe e o menor de idade.

O bebê está internado no Hospital Infantil e Pronto Socorro da Criança da Zona Leste (Joãozinho), no bairro São José. O Conselho Tutelar da Zona Leste está responsável pela guarda da criança.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =