Homem com problemas psiquiátricos mata filho de 5 anos em cidade da BA

Um homem de 25 anos foi preso em flagrante, após ter assassinado o filho de cinco anos no município de Wenceslau Guimarães, no Sul da Bahia. Segundo informações da delegacia de Gandu, onde o pai da criança está preso, o suspeito sofre transtornos psiquiátricos e teria jogado o filho no rio porque estava ouvindo vozes.

O crime aconteceu na manhã de segunda-feira (21), quando o suspeito levou o filho até um rio, próximo da casa onde morava, e jogou a criança na água. Em depoimento para polícia, o homem contou que ofereceu o filho como uma oferenda para que as vozes saíssem de sua cabeça. O corpo da criança foi encontrado por moradores da região horas depois.

O escrivão da delegacia de Gandu, João Maciel, contou que não foi possível terminar de ouvir o depoimento do suspeito porque ele falava coisas com sentido. “É difícil definir o que realmente aconteceu. Ele claramente tem problemas psiquiátricos, só fala coisas desconexas”, contou.

Apesar da situação, o homem segue custodiado, já que foi preso em flagrante e somente um médico poderia determinar o problema. “Apenas um médico pode atestar os problemas mentais dele, então até que isso seja elucidado, ele vai continuar preso”, explicou o escrivão.

O escrivão contou ainda que teme pela integridade física do suspeito. “É uma situação muito triste. Ele (suspeito) tem um problema, mas não tem condição de tratar e vai acabar sendo cobrado por isso. Infelizmente essa é a realidade que vivemos”, lamentou Maciel.

A mãe da criança também vive no município de Teolândia, mas está envolvida em outro relacionamento e não morava mais com o suspeito. O casal tem ainda outros dois filhos, ambos são mais novos que a criança morta e vivem com a mãe.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − nove =

Veja também