Homem agredido a pauladas continua sem identificação: suposta avó se confundiu!

Infelizmente a agonia continua…

O homem, moreno, alto, pouco mais de 1,80m, agredido a pauladas no dia 01/06 (ver matéria aqui) próximo a Academia Impacto e que faleceu no último dia 03/06 (ver matéria aqui), continua sem identificação.

A senhora Alaíde Sabino da Silva, residente no Povoado Riacho, suposta avó da vítima, retornou ao Hospital Nair Alves de Souza e informou que havia se confundido. Seu neto Valdemir estava vivo.

A confusão foi desfeita quando o agressor, Valdicleiton, que se encontra preso, disse que o apelido da vítima era “CORAÇÃO” e não “lampião” como era conhecido o neto da senhora Alaíde no Riacho.

O corpo que esta no IML de Paulo Afonso corre o risco de ser enterrado como indigente se não houver uma identificação.

Fotos:[nggallery id=327]

 

Da Redação ChicoSabeTudo

Comentários