Brasil: PMs invade quartel tomado por Bombeiros no Rio de Janeiro

A tropa de Choque da Polícia Militar (PM) e também policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) invadiram, na manhã deste sábado (04/06), o Quartel Central do Corpo de Bombeiros, no Centro do Rio de Janeiro, ocupado por mais de 2 mil bombeiros na noite desta sexta-feira(03/06), numa manifestação por melhores salários e condições de trabalho.

Antes da entrada dos PMs, diversas bombas de efeito moral foram lançadas para dentro do quartel. Algumas atingiram a cozinha do complexo, onde havia crianças e mulheres pelo menos cinco crianças sofreram intoxicação devido ao gás e dois adultos tiveram ferimentos leves na cabeça. Todos estão sendo atendidos no posto no interior do quartel.

O Cabo Benevenuto Daciolo, porta-voz do movimento, explicou que entre as reivindicações estão piso salarial líquido no valor de R$ 2 mil e vale-transporte. “Nós temos o pior salário da categoria no país, que é de R$ 950. Estamos há dois meses tentando negociar com o governo, mas até agora não obtivemos resposta. Nosso movimento é de paz e estamos em busca da dignidade. Não vamos recuar  queremos que o governador se pronuncie”, disse o porta-voz.

Na tentativa de convencer os mais de 2 mil bombeiros a deixarem o Quartel Central, por volta de 2h50, Duarte subiu num carro e, diante dos manifestantes, pediu para que todos retornassem para casa. “É primeira vez que venho aqui numa situação inusitada.  Gostaria que as senhoras e os senhores refletissem. A minha proposta é que retornem para suas casas”, disse o comandante.  Os manifestantes, que repetiam: “nem um passo daremos atrás”.

Diante da resistência, o comandante ressaltou que não pretendia usar a força e afirmou estar diante do melhor Corpo de Bombeiros do Brasil. “Mais uma vez peço vocês sentem e conversem sobre isso. Eu não estou propondo derrotados nem vitoriosos”, completou Duarte.

A Secretaria estadual de Saúde e Defesa Civil afirmou que os manifestantes serão presos por invadir órgão público, agredir um coronel e desrespeitar o regulamento de conduta dos militares.

Por volta das 7h40, os policiais anunciaram aos bombeiros que levariam alguns deles. Em resposta, os manifestantes disseram que só sairiam dali se todos fossem juntos. Os mais de 2 mil bombeiros, então, se levantaram e foram encaminhados para o batalhão. Os manifestantes cantaram o hino da corporação e alguns estavam chorando.

O bombeiros que foram presos começaram a ser levados do quartel Central às 8h deste sábado. Eles foram levados para o Batalhão de Choque da PM, também no Centro do Rio. A PM irá fazer uma triagem com os bombeiros.

Assista o vídeo:

[stream provider=youtube flv=http%3A//www.youtube.com/watch%3Fv%3DKpEFWfl-Cm0 img=x:/img.youtube.com/vi/KpEFWfl-Cm0/0.jpg embed=false share=false width=500 height=400 dock=true controlbar=over bandwidth=high autostart=false /]

Fotos: [nggallery id=323]

Da Redação ChicoSabeTudo

Fonte: G1

Comentários