Pêsames: Falece PM Manoel Pereira da Silva Neto, “Manoelzinho” – Fotos do amigo –

Arquivo: ChicoSabeTudo - Clique para ampliar

Mais um guerreiro do 20º Batalhão da Polícia Militar de Paulo Afonso veio a óbito hoje pela madrugada.

Estamos falando de Manoel Pereira da Silva Neto, da turma de 1998.

Ontem (16/03), por volta das 15 horas, “Manoelzinho” deu entrada no Hospital Nair Alves de Souza com muitas manchas pelo corpo e em uma cadeira de rodas.

Foram realizados vários exames, e foi constatado que Manoelzinho tinha leucemia e um aneurisma. Ele foi encaminhado para Aracaju por volta de 1 da manhã e já estava em coma e entubado.

Por volta das 4 da manhã, ele já havia nos deixado.

Manoelzinho foi acompanhado por sua irmã e deixa uma esposa e um filho de 10 meses.

O corpo já está sendo velado na Rua da Alegria – Centro, nº 300, e segue pra ser sepultado às 17h desta quinta-feira no cemitério do bairro Centenário.

Fotos:[nggallery id=83]

Abaixo, uma mensagem de conforto para os familiares e amigos deste guerreiro:

Um dia nossos entes queridos se vão. Quando menos esperamos e sem nenhum aviso, Deus tira de nós o que mais amamos.
Em nosso peito apenas a dor de um punhal que a cada “meus pêsames” parece pesar.

Nossos pensamentos divulgam para cada gota de sangue em nosso corpo a culpa de nunca ter dito: “te amo”; “preciso de você”, “estou sempre aqui”, “me preocupo”, e como se não bastasse vem à frase mais forte “a culpa foi minha”.

Nossos sonhos caem por terra, nossa independência parece perder a importância.
E a resposta para essa dor? O tempo e uma certeza:

Quando amamos transmitimos em pequenos atos e gestos, e as palavras não importam mais; quando precisamos de alguém, sentimos sua presença, e as palavras não têm mais sentido; quando nos sentimos sós e abandonados, surge uma palavra ou um gesto e descobrimos que nunca estaremos sós.

E a culpa? A culpa é da vida que tem inicio, meio e fim. A nossa culpa está apenas em amar tanto e sentir tanto perder alguém.
Mas o tempo é remédio e nele conquistamos o consolo, com ele pensamos nos bons momentos. E com um pouco mais de tempo, transformamos nossos entes queridos em eternos companheiros.

Nossos sonhos ganham aliados, nossa independência ganha acompanhantes, nossa vida conquista anjos. E no fim apenas a saudade e uma certeza:
Não importa onde estejam, estarão sempre conosco.


São os sinceros votos da Equipe ChicoSabeTudo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =

Veja também