Polícia recaptura homem acusado de introduzir agulhas em criança

Foi recapturado na noite desta quarta-feira (3) Roberto Carlos Magalhães, ex-padrasto do menino Márcio, de 3 anos, preso por ter perfurado o garoto com 31 agulhas. Roberto Carlos fugiu da delegacia de Ibotirama, a 648 km de Salvador, no último sábado (30), serrando os cadeados da cela.
Roberto Carlos foi preso enquanto jantava na casa do irmão na Ilha do Saco, que fica na região do rio São Francisco, a 12 km de Ibotirama, segundo a 28ª Companhia Independente Polícia Militar (CIPM). A operação foi uma parceria entre a Polícia Militar e a Polícia Civil.
Agora, Roberto Carlos será conduzido para Bom Jesus da Lapa, onde ficará preso à disposição da Justiça. O julgamento dos acusados – além de Roberto Carlos, sua amante na época, que o ajudou – já teve três audiências.
Entenda o caso – O pequeno Márcio teve 31 agulhas introduzidas no corpo pelo seu ex-padrasto Roberto Carlos Magalhães, durante ritual no final de 2009 em Iboritama. O ex-padrasto do menino já confessou o crime e disse que queria matar Márcio para atingir a mãe do menino de quem já era divorciado.
O acusado estava preso na delegacia de Ibotirama. A amante dele, Angelina Capistana dos Santos, que também é investigada no processo por participação no crime, responde as acusações em liberdade. O menino passou por três cirurgias em Salvador, que retiraram 22 das 31 agulhas que foram inseridas no seu corpo.
Fonte: Correio da Bahia

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =

Veja também