A Volta do Cap. Tadeu – 1º parte –

Por Chico Sabe Tudo 26/10/2010

Quatro candidatos baianos eleitos podem ser substituídos caso o Supremo Tribunal Federal decida que a Lei Ficha Limpa será aplicada nas eleições deste ano.
Carlos Brasileiro (PT) e Maria Luiza Laudano (PT do B) na Assembleia Legislativa e Geraldo Simões (PT) e Jânio Natal (PRP), na Câmara dos Deputados tiveram a candidatura liberada pelo Tribunal Regional Eleitoral, mas a Procuradoria Regional Eleitoral entrou com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE ) para tentar impedi-los de concorrer.
O impacto das cassações atingiria os petistas. O PT, PDT, PP e PRB, que elegeram 27 deputados ao todo, perderiam duas cadeiras. A coligação do PT do B, PPS, PSDC, PMN e PRP permaneceria com quatro representantes.
Entre os petistas que sairiam da Assembleia estão o próprio Brasileiro e o deputado reeleito Yulo Oiticica – os dois menos votados da coligação. No lugar deles entrariam o deputado Capitão Tadeu (PSB), que não conseguiu se reeleger, e Wenceslau Augusto (PCdoB). Maria Luiza, cujo partido se coligou com PPS, PSDC, PMN e PRP, seria substituída pelo deputado Jurandy Oliveira (PRP).
Já a bancada baiana na Câmara Federal, formada por 39 parlamentares, não sofreria alterações com a validade da lei. Mesmo que Geraldo Simões seja cassado, o grupo de partidos ao qual o petista se aliou – PSB, PCdoB, PP, PDT, PRB e PHS – continuaria com 22 deputados.
A coligação formada pelo PT do B, PRP, PTN, PPS, PSDC, PMN e PTC não perderia sua única cadeira, no caso de Jânio Natal ser cassado. A diferença é que sairia um representante do PRP para dar lugar a um do PMN, Pastor Luciano.
Da Redação ChicoSabeTudo

Sobre nós

Falar um pouco sobre o Chico

Ultimos posts

Copyright © 2022 Portal ChicoSabeTudo. Todos os direitos reservados.