47 pessoas foram presas durante a votação na Bahia

O corregedor do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), Josevandro Souza Andrade, informou, há pouco, que 47 pessoas foram presas em 30 municípios do estado durante a votação deste domingo (3). Na capital, ninguém foi preso. A maioria das prisões ocorreram por boca de urna.

Entre os delitos, estão o prefeito e o vice da cidade de Fátima, a 230 km da capital, que foram presos em flagrante por corrupção eleitoral. José Ildefonso Borges de Oliveira (PSB-BA) e o vice Florival Santana Nunes (PSB-BA) são acusados de comprar voto em troca de combustível.

Em Buerarema, no sul do estado, a Polícia Federal (PF) apreendeu cerca de R$ 30 mil que seriam destinados à compra de votos. Segundo a delegada Denise Dias, chefe da PF em Ilhéus, foram encontrados no local armas e um caderno de anotações com os nomes das pessoas que receberiam o dinheiro. Um acusado foi preso em flagrante.

Da Redação ChicoSabeTudo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + nove =

Veja também