Coronel da PM é denunciado por enriquecimento ilícito

O ex-chefe do Estado Maior da Polícia Militar, coronel Antonio Carlos Suarez David, foi denunciado por improbidade administrativa pelo Ministério Público, nesta quarta-feira.
A violação acontece quando são obtidas vantagens indevidas se aproveitando do status conquistado na Polícia Militar. Segundo o MP, o coronel recebeu, em quase uma década, o valor de R$ 79.229,63 em auxílio-moradia da corporação, mesmo vivendo em um imóvel funcional da PM. O Ministério Público exige que o valor seja devolvido aos cofres públicos, acrescido de correção monetária e multa. O valor atual, com as devidas cobranças, ficaria em R$ 316.918,52. Durante esse período, no contra-cheque do coronel constava que o valor recebido periodicamente era referente à indenização.
Conforme alegou o promotor da Justiça, Gustavo Santana Nogueira, responsável pela denúncia, o valor agregado pelo coronel representa “enriquecimento ilícito”, já que durante os anos de 2000 a 2009, o coronel recebeu auxílio-moradia enquanto ocupava um imóvel público, “afrontando o princípio da moralidade administrativa”.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 15 =

Veja também