Cerca de 62% das ligações para a PM são trotes e brincadeiras

Há quem ligue para a PM quando deveria acionar outros órgãos, como Bombeiros, Defesa Civil e Prefeitura. Também há aqueles que se divertem passando trotes ou fazendo brincadeiras de mau gosto.

 De 1º de janeiro a 2 de setembro deste ano, a Polícia Militar atendeu o telefone 57.768 vezes. No entanto, 62,2% das ligações não geraram qualquer ocorrência policial. Isso porque o 190 tem sido usado de forma errada, para outras finalidades. Há quem ligue para a PM quando deveria acionar outros órgãos, como Bombeiros, Defesa Civil e Prefeitura. Também há aqueles que se divertem passando trotes ou fazendo brincadeiras de mau gosto.

De acordo com o chefe da Central de Emergência  da Polícia Militar apenas 37,8% das ligações – 21.835 telefonemas – resultaram em atendimentos policiais. No ano passado, a equipe atendeu 75.134 ligações, mas apenas 22.414 ocorrências (29,83%) eram de responsabilidade da corporação. O horário em que o telefone costumeiramente não para de tocar no batalhão é das 18h às 19h, quando a maioria dos órgãos públicos já encerrou o expediente. Nesse período estão concentradas 6,11% das ligações atendidas este ano.

 “Muitas pessoas ligam para saber o telefone de outros órgãos, como os números de plantão da Prefeitura. Em outros casos, são emergências para os Bombeiros ou Defesa Civil, mas que a pessoa não tem condições de ligar. Nessas situações, nós mesmos entramos em contato com o órgão solicitado”, comentou. Até quinta-feira, a PM atendeu 6.633 ligações – 11,48% do total – com pedidos de telefone de outros serviços.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =

Veja também

PRESO agressor de policiais na Copa de Velas

Indivíduo conhecido como vulgo sacizeiro, residente no bairro Tancredo Neves (Paulo Afonso-BA). Durante uma abordagem de rotina na entrada do circuito nessa primeira noite de festividade agrediu um soldado,